Estádio do Morumbi e a acessibilidade – o exemplo de Madrid


Estive recentemente na espanha e fui visitar o estádio Santiago Bernabeu, do Real Madrid. Primeiramente, fui de metrô e parei na estação homônima ao estádio que fica a 100 metros da arena. Como estava fechado, deixei para ir novamente no dia seguinte de carro, com toda a família.

No dia seguinte partimos cedo para o bernabeu. Era uma sexta-feira e a primeira coisa que me chamou a atenção foi a quantidade de estacionamentos próximos ao estádio que apareciam no GPS do carro. Pude escolher o mais próximo, estacionar e descer bem em frente ao estádio.

Há um estacionamento embaixo da arena para 400 carros e outros tantos em volta que numa conta rápida chegam a mais de 200o vagas. Para ver a quantidade, acesse o site http://en.parkopedia.es/parking/estadio_santiago_bernabeu/.

Bom, fica claro que o estádio é um importante centro de peregrinação de turistas e aficionados pelo Real. A loja do clube parecia um formigueiro de tanta gente. A loja Reebok no Morumbi é grande e cheia, mas perto do que vi, parecia uma lojinha. São 3 pisos lotados de produtos do clubes e da seleção espanhola. Fotos do Kaká estão em todas as paredes e em diversos produtos. O cara é um fenômeno de vendas fora dos campos.

Não entendo como a prefeitura não investe em um estacionamento público no estádio do Morumbi. A Praça Roberto Gomes Pedrosa daria um belo estacionamento subterrâneo, trazendo conforto para os moradores da região e para os torcedores em dias de jogo, além de recursos para a prefeitura na exploração do espaço e indiretamente no aumento no fluxo de turistas e, consequentemente maior arrecadação de impostos. Some-se a isso à avenida perimetral, a estação Morumbi da linha amarela do Metrô e a futura estação Morumbi do Monotrilho e nós teríamos no estádio jogos com capacidade total de torcedores ou pelo menos 2 a 3 vezes mais do que vemos atualmente além de fluxo constante de turistas nos demais dias. O Palmeiras é o mais próximo deste cenário, pois tem o metrô Barra Funda próximo e dois shoppings com milhares de vagas de estacionamento ao lado. Estou certo de que o público nos jogos do palmeiras que sempre foi bom, será ainda maior com a inauguração da nova arena.

Na Europa, os clubes são parte importante para o turismo. Aqui ainda são considerados de forma marginal, mais como problema do que solução de arrecadação.

Bom, é isso. Eu torço por um Morumbi ainda mais confortável e convidativo para o torcedor tricolor.

Anúncios

Imagens do futuro Monotrilho – linha 17 do metrô


As imagens não deixam dúvidas: O monotrilho ficará muito bonito e atenderá uma demanda muito forte por transportes públicos de qualidade na região do Morumbi. Resta saber se realmente sairá do papel.

Segue o link para a reportagem completa divulgada no Portal IG, com o antes e depois das obras. http://economia.ig.com.br/empresas/infraestrutura/2012-04-19/saiba-como-o-monotrilho-vai-impactar-areas-importantes-de-sao-pa.html

Só nos resta torcer para andar rápido…

Modernização do Morumbi


Eu entendo que o São Paulo Futebol Clube queira e deva aproveitar o momento atual do país para tentar modernizar o Morumbi. As condições são favoráveis e há vontade tanto política como do setor privado para fazê-lo, mas acredito que o clube deveria focar todos os seus esforços fazendo lobby para melhorar o acesso ao estádio para os torcedores. O lobby deveria concentrar-se na construção da linha ouro e, principalmente no adiantamento da construção da estação Morumbi da linha amarela. Somente com esta estação o público deverá crescer consideravelmente nos jogos.

A avenida perimetral também é fundamental, mas servirá apenas para atenuar o trânsito e não para resolver os problemas.

Outros pontos que seriam interessantes para o São Paulo Futebol Clube seria trabalhar em conjunto com os estacionamentos dos arredores, trabalhando em conjunto para torná-los legais (se é que é possível) e oferecendo como contrapartida a garantia de criação de ingressos com estacionamento garantido. O sucesso do espaço Unyco e do Morumbi Premium club são exemplos de que o torcedor paga para mais para ter conforto. Um ingresso com vaga garantida é certeza de sucesso.

A partir do aumento do fluxo de torcedores com medidas de acessibilidade, o estádio tornar-se-á mais atraente tanto para investidores como para a prefeitura, que poderá arrecadar mais com tributos aplicados à hotéis, museus, etc.

E você? O que acha?